16 de nov de 2017

Legends of Tomorrow - 2° Temporada

Oi gente, tudo bom? Aqui estou eu novamente falando sobre séries. Agora irei falar sobre a segunda temporada de Lendas do Amanhã, que por sinal, QUE TEMPORADA FOI ESSA?

Comentei um pouco sobre a primeira temporada, você pode ver clicando aqui.


Fonte: http://www.minhaserie.com.br

A temporada começa com o historiador Nate Heywood pedindo ajuda a Oliver Queen, que virou prefeito de Starling City, para localizar uma nave que estava no fundo do oceano.  Mick estava em estase na nave e quando Oliver o acorda ele diz o havia acontecido.

Claro que Mick e Nate não enfrentariam uma missão simples desta, até porque os outros integrantes da equipe estavam espalhados pelo tempo, valeu mesmo hein Rip! 

O mais legal da temporada foi a Sara bancar a garanhona do rolê, mulher nenhuma poderia seduzir a Sara que ela já cedia, era hilário. Ela quase morreu por ser taxada de bruxa. Me pergunto: como uma ex membra da Liga dos Assassinos pôde ser apanhada tão facilmente. Tivemos também a oportunidade de vermos Rip Hunter como confeiteiro, como se já não bastasse a paixonite dele pela Gideon. Nada contra a profissão, mas ver Ray Palmer de uniforme engolindo vários sapos, dava muita pena. E o Jackson agindo feito babaca? Pude constatar que, independentemente da realidade, a vida nunca é generosa com o professor Stein.

A equipe além de ter que lidar com várias aberrações temporais, tiveram que recuperar partes de um objeto místico e poderosíssimo antes que um vilão inesperado a pegasse. Barry, saudades! Eles encontram várias figuras importantes da história, Albert Einstein e até mesmo a Sociedade da Justiça da América, o que me fez lembrar das manhãs da minha infância que eu passava assistindo desenho.

O mais hilário foi ver Júlio César nos dias atuais numa festa a fantasia, meu Deus como eu amei aquela cena.

 A pior parte foram eles terem que parar guerra civil dos Estados Unidos, onde eles se infiltraram numa fazenda de escravos, achei fofa a parte em que Stein tenta manter Jax longe daquele horror, foi triste ver aquelas pessoas acorrentadas e sendo maltratadas por um bando de imbecis só pela cor da pele.

A série tem várias daquelas histórias mirabolantes, Rip escondeu partes de um objeto em várias partes do mundo e em tempos diferentes e eles fazem uma odisseia pelo espaço-tempo para proteger a realidade em que vivem, o afeto entre membros da mesma família e relacionamentos conturbados.
Share:

15 de nov de 2017

Gotham - 3º Temporada (Spoiler)

Oi oi, gente. Tudo bom com vocês? Vou comentar um pouco sobre a terceira temporada de Gotham, cujo os episódios da quarta temporada já estão sendo lançados.
Eu comentei um pouco sobre a primeira e a segunda temporada.

Antes que você comece a leitura, já vou logo avisando que este post contém alguns spoilers, mas não é nada que estrague sua temporada.

Fonte: Minha série e Divulgação/Fox


Esta épica temporada se passa seis meses depois, com o aparecimento das criaturas presas no Arkham sob comando de Fish Mooney. Obcecado por Fish, Pinguim faz uma rebelião na cidade e os cidadãos ficam contra o exército de Mooney, devido a esta atitude a população acolhe Oswald que se candidata a prefeito. Jim Gordon enfrenta uma grande decepção amorosa, infelizmente ele e Lee não estão mais juntos, mesmo que na vida real Ben McKenzie e Morena Baccarin sejam casados, Leslie sai de Gotham por um tempo deixando James arrasado.

Resultado de imagem para Ben McKenzie
Morena Baccarin e Ben Mckenzie (Google)

Os experimentos ilegais e as monstruosidades que aconteciam em Indian Hill foram expostas graças as investigações de Gordon. No entanto, tal ato trouxe mais consequências já que uma organização secreta ameaça a cidade. Nygma por sua vez se transforma no vilão, arquitetando planos um tanto maquiavélicos, ele e o Pinguim tornam-se "melhores amigos". Nygma vira o braço direito de Oswald fazendo Butch se corroer de ciumes. Eu só queria entender o que fizeram com o Edward nesta temporada. 

Tudo piora quando um mágico louco e assassino surge em Gotham, Tetch. O misterioso mágico mexe com a cabeça das pessoas e tinha uma fixação por sua irmã que sofria de uma rara doença. Tal doença não pôde deixar Gotham ainda mais atolada no caos.

Oswald fica perdidamente apaixonado por alguém, que por sinal eu não shipparia de tão estranho que seria. Ele acaba sofrendo muito por ter um amor não correspondido. Já o Nygma encontra o amor de sua vida e eu admito que eles eram bem fofos, mesmo depois da temporada ter acabado eu ainda não superei meu shipper.

Falando em sofrimento, devido a um vírus, o capitão Barnes fica completamente maluco e comete vários delitos e se transforma num assassino paranoico. Outro personagem que voltou nesta temporada foi o Jerome, mas desta vez sem seu grupo de maníacos. Jerome simplesmente ganhou inúmeros seguidores insanos que transformaram Gotham num circo dos horrores. A loucura de Jerome contaminou cidadãos comuns como uma doença incurável em pouquíssimo tempo e isso só me faz relembrar das palavras do vidente. Aquela delegacia de Gotham merece um Nobel por melhor palco de guerra já que por várias vezes fora destruída.

Devido a uma atitude impulsiva de um dos personagens, Nygma fica arrasado e completamente sanguinário com cede de vingança. Quando eu penso que o Nygma pode se redimir e ser uma boa pessoa, vivendo feliz para sempre, advinha? Lá vem o acaso e acaba com tudo, difícil entender. 

Falando em acaso, os acontecimentos levaram Gotham a ser ainda mais sombria já que mortos voltam a vida e saem andando como se nada tivesse acontecido, fora o fato de ninguém morrer naquela cidade. Eu queria morar em Gotham só para ter o privilégio de driblar a morte sem pena.
Ainda tem a sociedade secreta que tenta "purificar" a cidade, e quem acaba se infiltrando nesse grupo de fanáticos para derrubar seus planos de destruir Gotham, é nada mais nada menos que James Gordon. O detetive além de descobrir sobre o que matou seu pai, ainda fica na mira da que levou ainda mais destruição à cidade.

Todos esses acontecimentos, serviram para um propósito maior, fazer nascer em Bruce Wayne o desejo por justiça e enfm fim despertar o protetor que a cidade tanto precisa. Estou ansiosa para começar a quarta temporada e esperar pelo mascarado que todos amam. I'm Batman.


Me sigam nas minhas redes sociais - Instagram e Twitter - compartilha esse post para os seus amigos que também acompanha e gosta da série

Share:

31 de out de 2017

Consumismo, consumista

Consumismo, consumista. Palavras que buscam a mesma finalidade o mesmo ato.
O Brasil é uma sociedade capitalista. O capitalismo visa o lucro privado, tais lucros que são privados podem não ser o seu lucro. A questão é, será que o momento em que eu sanara compro algo que preciso estou visando lucro para mim?




Não é bem por esse caminho… É mais estreito. Nem tudo o que você compra, precisa, nem tudo o que precisa, você compra.

Antes de entrar em uma loja, antes de passar o cartão de crédito, débito ou até mesmo sacar aquela nota de R$ 100,00 da sua carteira, pense se realmente vale a pena. Eis um ditado da minha mãe ‘’ Dinheiro nunca é demais’’ claro que, quando a gente é pobre, quando “sobra” um dinheiro é porque vai usá-lo em alguma situação mais á frente.

Meninas consumistas, não olhe para o momento, lembre-se que você pode comprar no tempo certo.

Share:

25 de out de 2017

A Travessia (Livro)

Oi gente, como vão vocês? Espero que bem. Hoje eu vou compartilhar com vocês um livros que eu li. Eu sou uma leitora compulsiva e meu sonho é ter uma prateleira de livros em casa.

Resultado de imagem para a travessia livro
Fonte: Google Imagens

"A Travessia" de  Willian P  Young, publicado em 5 de novembro de 2012 pela editora Hachette Book Group USA e pela editora brasileira Arqueiro. Possui 240 páginas, o valor de compra é aproximadamente R$ 34,90.

O livro conta a história do multimilionário Anthony Spencer que sofre um derrame cerebral e acaba tendo um encontro com Deus. Isto mesmo que você leu, Deus, Jesus e o Espírito Santo conversam com Tony enquanto ele permanecia em coma.

É como se fosse A Cabana, a diferença é que são abordagens diferentes. Spencer é egocêntrico e de gênio difícil. Aparentemente Anthony é uma pessoa feliz e tem tudo que alguém pode querer. Fama, dinheiro, mulheres lindas, beleza... Mas do que adianta ter todas essas coisas e ser vazio de Deus?

Spencer é enviado à terra como espírito, para fazer companhia a Cabby, um menininho com Sindrome de Down e a Maggie. Ele enxerga o mundo como às crianças enquanto realiza seu tratamento de redenção pelas mágoas e ressentimentos. 

Durante a narrativa pode-se notar o trabalho de Deus na alma de Tony, os ensinamentos, algo que eu amo no William P Young é o fato dele quebrar esse tabu da imagem que as pessoas têm de Deus, Ele é sempre visto como alguém todo-poderoso que manda e desmanda, quando na verdade ele é nosso melhor amigo e conselheiro, fora o pai maravilhoso que ele é. Muitas partes do livro são engraçadas no entanto, possui momentos impactantes.

O mais engraçado foi Maggie se jogando nos braços do bispo dizendo que estava possuída. Eu ri tão alto que sem querer a minha mãe acordou e veio ver o que estava acontecendo, era uma madrugada.

O sentido do nome do livro foi a caminhada que Tony percorreu para se redimir, depois de todos os ensinamentos e reconstrução de sua alma, Deus ainda fez com que ele enfrentasse as coisas ruins dentro dele como sua arrogância e petulância, seus medos e o principal: seu ego. Óbvio que o Espírito Santo estava ao lado dele o tempo inteiro, mas isso nos faz lembrar das vezes que simplesmente fechamos os olhos e nos deixamos levar pelos nossos conceitos falhos e controversos ao invés de usarmos o Consolador como nosso guia.

A Travessia não se trata de um livro religioso, o autor diz que não prega religião e sim quem o próprio Deus. Deus não é uma religião, ele não é seu acusador, Ele é aquele que te abraça independentemente do que você é ou o que as pessoas pensam de ti. William tem um talento extraordinário e se deixar ser usado por Deus para impactar a vida de muitas pessoas e até mesmo mudar a perspectiva delas sobre o Todo-Poderoso.


Share:

23 de out de 2017

O sobrepeso e obesidade é um desafio para organizações

Resultado de imagem para SOBREPESO
Google Imagens

No Brasil, 54% dos indivíduos têm sobrepeso. O alerta é feito às crianças, mundialmente, 6% são afetados

O Relatório divulgado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura FAO, em parceria com a Organização Pan-americana de Saúde (Opas), divulga cenário relacionado ao sobrepeso e obesidade.

A ingestão excessiva de calorias e alimentos industrializados contribuem com o sobrepeso. O desequilíbrio possibilita o risco de contrair doenças e desenvolver outras complicações de saúde e psicossociais na infância e adolescência.


Segundo FAO, as mudanças nos padrões alimentares, baixo consumo de alimentos frescos e saudáveis contribuem para esse cenário. O mercado publicitário de produtos alimentícios não saudáveis e a falta de regulação são inclusos como causa desse problema.



Share:

18 de out de 2017

Gotham - 2º Temporada

Oi! Beleza galera? Aqui estou eu falando desta incrível temporada de Gotham. Comentei um pouco da 1ª temporada, clique aqui, caso não viu!


Gotham é uma série de televisão estadunidense criada por Bruno Heller, baseada nos personagens da DC Comics e da franquia do herói Batman, gravada em Manhattan e produzida pela Fox. Atualmente a série possui quatro temporadas, sendo o primeiro episódio da primeira temporada lançado em 22 de setembro de 2014.
Fonte: Minha série

A temporada começa com Pinguim comandando a cidade já que os três mafiosos principais não estão mais na cidade, e com Gordon sofrendo as consequências de suas atitudes, o coitado foi rebaixado a guarda de trânsito como se não bastasse trabalhar no Arkham, já Bullock não teve a mesma sorte e começou a trabalhar em um bar, pois foi demitido. Isso é culpa do Comissário!

No entanto, a 2ª temporada trouxe alguém maravilhoso! Jerome e seu grupo de maníacos, começaram a aterrorizar a cidade, o mais incrível foi Jerome brincando de roleta russa com seu colega. E sim, eles são malucos pra caramba. Na terceira temporada eu espero Jerome de braços abertos e com um sorriso psicopata no rosto, me lembro claramente das palavras do vidente “Você será uma maldição na cidade, as crianças vão acordar e pronunciar seu nome. ” Confesso que me arrepiei todinha ao ouvir as palavras daquele velho, com certeza a profecia dele vai se cumprir. Todos sabemos o que ele é.




Nesse meio tempo, a pobrezinha da Bárbara está no Arkham, como se não bastasse a fixação dela por James Gordon, ainda serviu de fantoche para um misteriosíssimo prefeito Théo Galavan que se aproxima de Bruce Wayne com más intenções. Quando falei da primeira temporada de Gotham eu disse que Nygma faria coisas sombrias nesta temporada, não é mesmo? Pois é, e não é que ele fez mesmo? Eu vi claramente a Ascensão da loucura de Nygma ao se entregar para a mesma.

Como se não bastasse essa bagunça, temos um grupo de sádicos que fazem experimentos com pessoas. Isso me faz lembrar dos médicos do medo em Teen Wolf, é um verdadeiro show de horrores, vai uma Quimera aí? O mais épico desta temporada foi Alfred arriscando de lutador de rua, onde Bruce acha mais pistas sobre o assassinato dos pais (preciso dizer, a maior traição vem daquele que te abraça.) E lá vai o pobre Alfred tentar negociar o “Senhor Bolinho” (risos) não sei se foi a voz do dublador que tornou aquela situação engraçada, ou o nome do homem, quem em pleno século XXI se chama bolinho? Bolinho? (Risos).

Mas voltando a falar de coisas sérias, devido a um acontecimento, Pinguim vai parar no Arkham e lá ele sai completamente “curado” e a primeira coisa que faz é ir no cemitério e se encontra alguém que nunca esperaria ver na vida. Pesado. Mas essa tediosa redenção de Pinguim dura bem pouco. Tem também o Detetive Gordon se corrompendo cada vez mais a ponto de baixar o nível, pobrezinho, sua vida virou um completo pesadelo. Fiquei morrendo de pena do Jim, foi ao fundo do poço fazer companhia pra Samara em meio a sua tristeza e ruína.

Temos também a Selina e Bruce se aventurando nas ruas da cidade, crianças! Mais é isso aí, para quem vai se tornar um Batman, precisa começar a se mexer desde já. Só digo uma coisa, nesta terceira temporada eu espero, do fundo do meu coração, uma Gotham ainda mais sombria, ainda mais perigosa e cheia de demônios em meio às pessoas. Vai que é tua, Batman!




Me sigam nas minhas redes sociais se quiser saber mais um pouco sobre mim, Instagram e Twitter
Share:

17 de out de 2017

Transtorno de ansiedade afetam milhões de pessoas segundo OMS

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 260 milhões estão vivendo com transtornos de ansiedade. Afinal, o que é o transtorno de ansiedade?

O transtorno de ansiedade também conhecido como perturbação de ansiedade. Por definição, a ansiedade segundo o dicionário Michaelis Online  são:
1 Sofrimento físico e psíquico; aflição, agonia, angústia, ânsia, nervosismo. 2 PSICOL Estado emocional frente a um futuro incerto e perigoso no qual um indivíduo se sente impotente e indefeso. 3 FIG Desejo ardente ou veemente; anelo. 4 Sentimento e sensação de intranquilidade, medo ou receio.

Quando uma pessoa está ansiosa, o estado emocional é de agonia, angustia, ânsia, muitas pessoas ficam nervosas. Muitos indivíduos desenvolvem diversas características decorrente à uma situação. Quando o indivíduo está ansioso, não é uma doença, é um sofrimento decorrente por uma situação.


O fator ansiedade pode afetar no trabalho, vida social e econômico também. Globalmente, mais de 300 milhões de pessoas sofrem de depressão, principal causa de deficiência (OMS).

O transtorno de ansiedade generalizado segundo o instituto Hipnose Institute (instituto desenvolvido com o intuito de mostrar benefícios da Hipnose e Hipnoterapia), corresponde a um quadro onde os sentimentos de ansiedade, tensão e preocupação tomam proporções excessivas, e afetam o indivíduo continuamente, causando um intenso desgaste psíquico.

Os sintomas do transtorno são: Dificuldades para dormir, preocupações excessivas constates, refluxo gástrico e falta de ar. Para se obter um diagnóstico preciso, é necessário um auxílio médico.

Existe tratamento, no entanto muitas pessoas decorrem por tratamentos não convencionais - Isso é assunto para próxima postagem.

Follow me @sanarasamar no instragram !






Share:

16 de out de 2017

Legends Of Tomorrow – 1º Temporada

Oi gente, tudo bom? Não sou MC Lan, mas estou aqui novamente, continuando a saga sobre as séries que eu acompanho.
Quem me conhece sabe que eu sou a doida das séries e não consigo passar um dia sem assistir pelo menos 1 episódio da série que eu acompanho. Então vamos lá, eu falarei um pouco sobre Legends Of Tomorrow.

Legends Of Tomorrow (Lendas do Amanhã) é um Spin Off de Arrow e The Flash, seu primeiro episódio da primeira temporada foi ao ar em 21 de janeiro de 2016 exibida pela CW Television e produzida por Greg Berlanti, Marc Guggenheim, Andrew Kreisberg e Phil Klemmer.
Fonte: Google
Tudo começa quando Vandal Savage conquista todo o planeta Terra em 2166 graças a sua imortalidade e Rip Hunter (Arthur Darvill), um Viajante do Tempo, recruta uma equipe para ajudá-lo na missão de capturar Savage.


Rip Hunter convida nada mais nada menos que O Nuclear – Jefferson Jackson (Franz Drameh) e Martin Stein (Victor Garber), Sarah Lance/Canário Branco (Caity Lotz), Ray Palmer o Átomo (Brandon Routh), Mick Rory (Dominic Purcell), Leonard Snart ou Capitão Frio (Wentworth Miller), Kendra Saunders/Mulher-Gavião (Ciara Renée) e Carter Hall/Gavião Negro (Falk Hentschel).
E essa galerinha que não sabe trabalhar em equipe e muito menos a confiar uns nos outros se envolve em várias aventuras em tempos diferentes. Passado e futuro. Conhecendo várias figuras importantes da história ao mesmo tempo que se metem em diversas confusões.
Entre brigas, tapas e desconfiança, é incrível a maneira como eles conseguem trabalhar juntos e se ajudar, pouco a pouco eles vão se aproximando e criando um vínculo entre si digno de serem chamados de Família.
Admito que tenho raiva de séries de heróis, porque se você está lutando com alguém, e sabe que ou é você ou o vilão, porque raios mestre de Zeus o herói tem que dar para trás e ficar na baboseira de “não mato ninguém”? Parece até o Barry Allen.
O mais legal da série é a altíssima tecnologia que eles lidam, tudo que eu queria na vida era ter uma Gideon para me levar a qualquer lugar do tempo. Seria meu sonho viajar até o antigo Egito para descobrir o mistério daquelas pirâmides, ou então voltar a era dos dinossauros e ver com eles realmente eram? Imagine quão incrível seria!
Não que eu vá estragar o final da primeira temporada de vocês, mas posso garantir que o plano de Rip para se livrar de uma ameaça mundial foi um golpe de mestre.
A primeira temporada, pelo menos para a minha humilde opinião, é mais light e um pouco tranquila, mas é a partir da segunda que as coisas começam a pegar fogo.
Share:

14 de out de 2017

Gotham – 1º Temporada

Oi gente, tudo bom? Hoje vou dar início a minha saga sobre as séries que eu acompanho, eu decidi falar de Gotham, uma série que estou me apaixonando cada vez mais.
Gotham é uma série de televisão estadunidense criada por Bruno Heller, baseada nos personagens da DC Comics e da franquia do herói Batman, gravada em Manhattan e produzida pela Fox. Atualmente a série possui quatro temporadas, sendo o primeiro episódio da primeira temporada lançado em 22 de setembro de 2014.

Fonte: Gotham Wiki Fandom
A trama gira em torno do assassinato de Martha e Thomas Wayne que deixou o jovem Bruce Wayne órfão e sob a guarda do mordomo Alfred com apenas 12 anos. Em meio a tanta corrupção, a cidade é governada por mafiosos, principalmente por Fish Mooney, Carmien Falcone e Salvatore “Don” Maroni. Com sede de fazer o que é certo, o detetive James Gordon vai contra todas as regras estabelecidas pelos donos da cidade arriscando sua vida e a vida do seu parceiro Harvey Bullock.
Nesse meio tempo, o jovem Bruce Wayne com ajuda de Selina, tenta achar o assassino dos pais, mas descobre que a empresa Wayne está sendo gerenciada por pessoas corruptas. Nesse mesmo cenário aparece Oswald Cobblepot ou simplesmente Pinguim que trabalha para Fish Mooney, mas por dedura-la à Gordon por estar envolvida no assassinato dos Wayne, Pinguim acaba sendo expulso dos negócios de Fish e passa a trabalhar para Don Falcone por quem recebe proteção. Pinguim é o tipo de pessoa presunçosa e ambiciosa, e por desejo de ser o rei de Gotham, ele acaba sendo pego por Maroni e arquiteta um plano que envolve James Gordon.
Eu particularmente estou fascinada pelo enredo e desde que comecei a assistir eu não consegui parar. Foram necessários dois dias para que eu terminasse a primeira temporada e no exato momento que terminei, aqui estou eu escrevendo para vocês, super hiper mega recomendo esta série, as cenas de ação vão prender vocês em frente a sua TV ou Smartphone, fiquei fascinada pelo modo que determinados personagens aparecem na série e não posso imaginar o que virá na segunda temporada.
Arrisco-me a dizer que na segunda temporada provavelmente se levantará alguns vilões, como por exemplo o Charada, Nygma trabalhava na delegacia de Gotham, era colega de James e Bullock e era apaixonado pela colega Kringle. Era perceptível que Nygma é um pouco esquisito, mas eu meio que achava o jeito atrapalhado dele até charmoso –  e sim eu acho atraente um cara meio psicopata, o Jerome então nem se fala, pois, a cena em que Gordon o confronta na sala de interrogatório e Jerome dá aquela gargalhada diabólica com aquele olhar maquiavélico... juro que estou apaixonada pelo ator (risos)
Fonte: Google (Jerome)
Mas Nygma desenvolve um transtorno psicológico e com certeza ele fará coisas sombrias na segunda temporada.Eu estou indo maratonar, e você?


Share:

6 de out de 2017

Uma jornalista em formação



Foto: Google Imagens

Olá, tudo bom com você? Primeiramente é uma honra te ver por aqui, é a primeira vez que eu escrevo para o blog (risos) então vai se acostumando, pois me verá aqui várias vezes. O meu nome é Tamiles Nascimento e, obviamente, sou estudante de jornalismo e estou no segundo semestre.
O motivo de escolher esta área nada mais foi que uma paixão modinha por um jornalista, Luíz Bacci (risos), e como uma boa adolescente de 16 anos e uma stalker profissional, pesquisei sobre a vida do, até então, repórter apelidado carinhosamente pelo nosso saudoso Marcelo Rezende de “menino de ouro” e acabei ficando curiosa com a profissão. Eu sempre fui influenciada por telejornais, literalmente cresci assistindo ao Brasil Urgente, afinal a minha avó amava o Datena e como tempo eu aprendi a amá-lo também.
Foi a partir daí que criei uma obsessão pela área. Me lembro que todas as tardes depois que eu chegava do colégio, eu pesquisava um pouco mais sobre a profissão. Já cheguei até a encontrar a grade dos estudantes de jornalismo. Cursar jornalismo tornou-se meu sonho a partir de então, foram três anos penosos e árduos enfrentando Enem e vestibular, lendo a mesma mensagem no Sisu “você não foi chamado para a chamada regular” e sem ser chamada nas listas de espera.
Aos 19 anos eu decidi fazer cursinho, se fazer Enem e vestibular durante o ensino médio já estava ruim, fazer cursinho era ainda pior. Desde março de 2016 comendo livros, sem vida social, finais de semana em casa estudando ao som de qualquer banda de metal ou heavy metal. Já estávamos no meio do ano quando o cansaço chegou a mim juntamente com a dispersão em sala de aula.
Eu sinceramente não aguentava mais tudo aquilo, as listas, aulas com mais de duas horas de duração... então o Enem chegou, ou como dizia meu professor de gramática, o “Neném” chegou.  Para alguns colegas meus, a prova deles foi adiada para o próximo mês, devido às ocupações das universidades.
Francamente falando, eu tinha me saído super mal naquela prova, não só, minhas amigas também. Nos questionávamos se passaríamos ou não, estávamos com medo e com um sentimento de pré-frustração e nos imaginando no cursinho outra vez. Como se já não bastasse o “fracasso” no Enem, veio então o vestibular, outra derrota.
Muito pior que o Enem e o vestibular juntos, era o dia em que os resultados saiam, por três vezes eu suportei os prints da galera que havia sido aprovada com um ódio sem tamanho e estava prestes a passar por tudo aquilo de novo. Não passei no vestibular, não fui aprovada no Sisu e não fui aprovada no ProUni. A minha mãe, ao contrário de mim, estava cheia de expectativas enquanto eu só queria deitar na minha cama e me trancar no quarto para eu chorar até morrer desidratada. Mas, eu resolvi tentar algo que eu não havia tentado antes, FIES. Por um triz eu não achava uma vaga na minha faculdade e decidi tentar pela última vez.
O resultado do FIES saiu quatro dias depois do meu aniversário de vinte anos, na noite de 13 de fevereiro de 2017. Eu já abri o site do FIES sem nenhuma expectativa e com pensamentos negativos, mas para a minha surpresa lá estava a minha tão sonhada aprovação. Se eu gritei? Óbvio que sim, liguei para a minha mãe às onze da noite aos prantos para dizer que finalmente consegui. Foi uma correria para fazer a matricular, me mudar para Salvador... Mas eu havia conseguido, depois de anos eu estava realizando meu sonho.
Daí veio o primeiro semestre. Cheguei na faculdade encantada, era uma nova fase da minha vida, uma nova cidade com novas pessoas e eu precisava me adaptar. Se tiver algum vestibulando que estiver lendo isso, eu tenho uma coisa para falar a você: a faculdade pode até ser legal, mas por outro lado é um inferno (risos). Na minha grade eu estudei Práticas de Reportagens Interdisciplinares, Antropologia, Estética, Produção em Novas Mídias e Oficina de Leitura e Escrita, fora a matéria online de Sociedade e Tecnologia.
Essas matérias para os alunos da área de comunicação são essenciais, pois é muito importante um jornalista saber sobre cultura, o que é e como isso tem impacto na vida de um indivíduo (antropologia), aprender sobre as novas plataformas digitais e como como usá-las (Produção em Novas Mídias), dominar bem a escrita e elaborar bons resumos (OLE), ser capaz de fazer pesquisas para obter informações e poder diferenciar artigo, resumo e texto entre si (Práticas de Reportagens Interdisciplinares), informar-se sobre o impacto da tecnologia na sociedade compreendendo sua influência (Sociedade e Tecnologia) e assim por diante.
Foi uma loucura logo de início, até porque qualquer calouro que entra na faculdade, traz consigo uma “herança” do ensino médio e não é bem assim. No ensino médio ficamos presos apenas com o que o professor diz, enquanto que na universidade você também precisa adquirir conhecimento fora dali. Como uma boa caloura, é claro que eu sempre me confundia com a grade e também fiquei perdida na faculdade procurando minha sala, até que uma veterana enviada por Deus me mostrou onde ficava a coordenação de comunicação e finalmente descobrir que naquela segunda-feira eu não tinha aula. Vale ressaltar que a minha mãe estava comigo na faculdade, ela queria me deixar na porta da sala e voltar, como no fundamental (risos).
Na minha faculdade, os alunos têm oportunidades de criar projetos de empreendimento. Meu grupo, por exemplo, decidiu abordar as vertentes do feminismo buscando desmistificar e propagar as ideias feministas, temos também várias palestras de profissionais de todas as áreas de comunicação, os professores nos dão todo o suporte que precisamos estando sempre acessíveis. O semestre foi dividido em 5 avaliações, funciona como se fosse 1º 2º e 3º unidade do colégio, a AV1 foi uma prova, cada professor tinha seu modo de elaborá-la, a AV2 foi o Interdisciplinar para algumas disciplinas e prova para outras, AV3 e AV4 também foram provas. Já a AV5 era como se fosse a prova final para quem precisasse de nota.

A disciplina que mais gostei no primeiro semestre foi Antropologia, eu gosto de falar e aprender mais sobre a sociedade, da história do homem e sobre todo tipo de cultura. Sem contar que o meu professor era atencioso com todos da sala e tinha uma boa interação com a minha turma, claro que como bons alunos levávamos um ou outro puxão de orelha, mas faz parte né? (risos).
Share:

20 de set de 2017

Supermercados aumentam suas vendas em 2017

Foto: Google Imagens


    Em Julho deste ano, as vendas no setor de supermercados no Brasil cresceram 4,21% em valores reais em meio a crise. A pesquisa foi feita pelo IPCA/ IBGE (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e divulgada pela ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados).
    Em valores nominais (sem considerar a inflação) o aumento foi de 4,46% em relação ao mês anterior, Junho. No período de Janeiro a Julho, as vendas cresceram em 4,80%.




Share: